fbpx
Internet e Redes SociaisTecnologia

Instagram e Facebook vão permitir “ligar e desligar” contagem de likes

De acordo com o anúncio do Instagram, eles deixaram os testes de lado em 2020 por conta da pandemia da Covid-19, mas agora reuniram feedbacks dos usuários em relação à remoção das curtidas. “Decidimos fazer este novo teste porque a resposta que recebemos dos usuários foi misto — algumas pessoas descobriram que não visualizar o número de curtidas as ajudava a se sentirem menos pressionadas – enquanto outras pessoas queriam continuar a ver a contagem para que pudessem identificar tendências e os conteúdos mais populares no Instagram”, explicou a empresa.

Likes e o Instagram

Agora, um grupo selecionado de usuários vai poder optar se não quer ver as curtidas em publicações de outras pessoas, se não deseja ver curtidas nas suas próprias publicações ou se pretende ter a experiência “original” do Instagram onde todos os números são exibidos. Quem estiver nos testes vai ser avisado no app.

Na época em que anunciou a remoção do número de likes, o Instagram disse que muitos usuários se sentiam em uma competição para ter mais curtidas e que a intenção da medida era que as pessoas pudessem focar mais em produzir conteúdo. Nesse período surgiu ainda o reels e novas funções para o IGTV, reforçando as ferramentas de vídeo da plataforma.

No entanto, o Instagram é uma rede social usada profissionalmente por muitos influencers e nesse meio o número de likes pode ser algo fundamental para a manutenção do trabalho. Os números também eram usados para indicar tendências e popularidade no ambiente. Com a nova medida, a empresa tenta criar um meio-termo entre os dois formatos de exibição.

Já no Facebook, os testes ainda não tiveram início, mas devem funcionar de forma parecida com aquela adotada no Instagram. “Estamos testando isso no Instagram para começar, mas também estamos explorando uma experiência semelhante para o Facebook. Vamos aprender com este novo pequeno teste e teremos mais para compartilhar em breve”, disse a plataforma.

Via TechCrunch

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo