CiênciasSaúde

Dá para transmitir o novo coronavírus pelo sexo?

É possível manter as relações sexuais na pandemia com segurança? Posso transar com quem não mora comigo? Tire suas dúvidas sobre sexo e Covid-19

Em meio a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), as demonstrações de afeto precisaram mudar pela nossa segurança. Para evitar a Covid-19, abdicamos de abraços e beijos em quem não vive na mesma residência. Mas e o sexo? É possível transmitir o vírus na hora H? Existe um jeito seguro de transar ou isso também está fora de cogitação?

Antes de tudo, cabe ressaltar que a Covid-19 não é encarada como uma infecção sexualmente transmissível (IST). “Até o presente momento, vemos que a transmissão ocorre primordialmente via contato com gotículas respiratórias”, afirma o urologista Giuliano Aita, do Departamento de Sexualidade da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

No entanto, um estudo realizado na China com 38 pacientes identificou o vírus no sêmen, tanto na fase aguda da doença como no período de recuperação. “Só que a gente não sabe se isso é uma forma potencial de infecção”, pondera Aita. Ou seja, mesmo que ele esteja presente nesse líquido, é possível que não consiga usar essa via para infectar outras pessoas de maneira efetiva.

Outros experimentos encontraram o Sars-CoV-2 nas fezes de certas pessoas — o que teria implicações para o sexo anal, por exemplo. Por outro lado, ele ainda não foi encontrado no fluido vaginal.

“O risco está muito mais nos beijos na boca e na grande proximidade entre as pessoas durante a relação”, pontua o urologista Henrique Rodrigues, membro da SBU no Rio de Janeiro.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar