fbpx
NacionalSaúde

Secretarias dizem que ministério aceitou pedido e voltou atrás em alterações no sistema sobre mortes por Covid

Nesta terça, novos campos obrigatórios foram inseridos no Sivep-Gripe sem aviso prévio às secretarias; Conass e Conasems afirmaram que, após pedido, Ministério da Saúde aceitou retirar a obrigatoriedade do preenchimento.


Mudanças na ficha do Sivep Gripe — Foto: Arte/G1

Mudanças na ficha do Sivep Gripe — Foto: Arte/G1

Representantes de conselhos de saúde informaram à TV Globo que o Ministério da Saúde aceitou o pedido das entidades e voltou atrás nas mudanças na ficha dos pacientes no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe).

A mudança chegou a impactar números de mortes por Covid-19 divulgados por alguns estados nesta quarta-feira (24), como São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

A informação foi confirmada por representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

A TV Globo procurou o Ministério da Saúde pouco depois do meio-dia para confirmar as mudanças, e novamente por volta das 16h para confirmar a nova alteração, mas não recebeu resposta até a publicação desta reportagem.

As alterações que tinham sido implementadas nesta terça-feira (23) são:

  • o número do Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS);
  • se o paciente é brasileiro ou estrangeiro;
  • e se já foi vacinado contra a Covid-19,
  • e o CPF passou a ser considerado item obrigatório

 

Fonte: G1
Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo