LocalPolítica

Telhado de vidro! Alvo da Polícia Federal, Josimar de Maranhãozinho sonha em ser candidato a governador 

A ação contra Maranhãozinho apura suposto esquema de desvio de emendas parlamentares, com direcionamento de licitações.

O  deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), ‘sonha’ em ser candidato a governador do Maranhão, pelo menos foi isso que ele externou durante um evento no município de Zé Doca (governado pela sua irmã), no interior do estado. O ”Moral da BR” como também é conhecido, a dois meses atrás, foi alvo da Operação Descalabro, onde o parlamentar viu a Polícia Federal amanhecer na porta de endereços ligados a ele. Os Agentes da PF encontraram R$ 2 milhões em posse de Josimar, e mais uma quantia em espécie em imóveis ligados ao patrono do PL, totalizando na apreensão de R$ 3,9 milhões. 

De acordo com a PF, a ação contra Maranhãozinho apura suposto esquema de desvio de emendas parlamentares, com direcionamento de licitações. Além de mandados de busca e apreensão em sua residência e escritório, ele teve bloqueado mais de R$ 6 milhões em seu patrimônio, entre outras medidas diversas da prisão.

Durante evento em Zé Doca, Josimar de Maranhãozinho afirma pretensão de concorrer ao cargo de governador

”Forasteiro” de Várzea Alegre, no estado do Ceará, o parlamentar acumula acusações de falsificar um diploma de ensino médio. Segundo as denúncias, as datas apresentadas no documento escolar não condizem com a realidade da data em que nasceu e também os períodos por cidades onde morou, o caso segue em tramitação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA).

Josimar de Maranhãozinho também protagonizou no interior do Maranhão um vexame. Ele possivelmente embriagado aparece sendo contido por supostos seguranças em show. O parlamentar teria ficado irritado após ser barrado no que seria o camarote. Apesar dessa informação, à época, a assessoria do deputado que sonha em ser governador desmentiu a informação e apresentou outra versão ao caso.

Conjuntura Política

Mesmo detendo o controle de pelo menos três  partidos, ainda assim, o ‘Moral da BR’ carece de outros atributos que são indispensáveis para encabeçar uma chapa majoritária para governador. Como já demonstrado em diversas ocasiões, o parlamentar não terá forças para aglutinar um grupo que possa lhe levar ao Palácio dos Leões. A maior prova disso foi a derradeira nas eleições de São Luís e da FAMEM, onde viu seus aliados derrotados e traídos.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo