LocalPolítica

Neto discute estratégias de valorização de mão de obra no Itaqui-Bacanga

De acordo com Neto Evangelista, a maior arrecadação em impostos de São Luís vem justamente da Região Itaqui-Bacanga, mas é a área da capital que possui um dos menores investimentos.  “Isso será corrigido''..

 Em encontro realizado esta semana, com moradores da área Itaqui-Bacanga, o candidato do Democratas a prefeito de São Luís, Neto Evangelista, garantiu que vai valorizar a mão de obra da cidade e atuar para impedir que empresas explorem a região, como acontece atualmente, sem grandes retornos. Ele anunciou que pretende criar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, para pensar a atração de investimentos para São Luís, com a valorização da mão de obra local.

Neto debate com moradores  do Itaqui-Bacanga
Neto debate com moradores do Itaqui-Bacanga

De acordo com Neto Evangelista, a maior arrecadação em impostos de São Luís vem justamente da Região Itaqui-Bacanga, mas é a área da capital que possui um dos menores investimentos.  “Isso será corrigido. Iniciando pela atuação da liderança do prefeito em relação às empresas ou indústrias que chegam interessadas em se instalar na região Itaqui-Bacanga, por estar próxima do Porto do Itaqui. Quando elas vêm se instalar, acontece em sua grande maioria, que a mão de obra vem de fora e eu já ouvi empresa dizer que isso acontece porque o pessoal de São Luís não está qualificado para assumir postos de trabalho”.

Neto disse que, para resolver esse problema, é preciso qualificar a mão de obra recorrendo à autoridade de prefeito, a fim de assegurar o treinamento para abrir o mercado de trabalho para as pessoas locais; e que só haverá redução de imposto concedido pelo Município, se houver a compensação com oferecimento de empregos para as pessoas da cidade.

“Nenhuma empresa se instala do dia para a noite. Ela passa de um a dois anos para se instalar e aí, é papel do prefeito usar sua autoridade e dizer a elas que não achando gente qualificada para contratar, terão prazo de instalação para qualificar as pessoas e colocar para trabalhar. Assim farei”, concluiu Neto Evangelista.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar