Saúde

SES anuncia volta de atendimento laboratorial e cirurgias eletivas na Grande São Luís

Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão divulgou ainda readequações em hospitais da Região Metropolitana.

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta quinta-feira (18) a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão anunciou novas medidas no que chamou de “nova fase” da doença na Região Metropolitana maranhense. A SES divulgou o retorno das unidades laboratoriais nas policlínicas, retorno de cirurgia eletivas e readequações de hospitais da chamada Grande Ilha.

“Como vocês devem está notando a gente tem uma ocupação hoje pequena em relação ao leitos de enfermaria. Ela está em 25% e nos leitos de UTI ela está em torno de 70%. De modo que já no boletim de hoje (quinta, 18) a gente vai ter a exclusão de algumas unidades e esses leitos passam a não ser mais exclusivos para Covid-19 e passam a ser leitos da nossa rede em geral”, disse o secretário de saúde do estado, Carlos Lula.
De acordo com a SES serão reabertas as Policlínicas do Diamante e Vila Luizão, o Hospital Carlos Macieira, o Nina Rodrigues, o Juvêncio Matos, o Hospital de Câncer do Maranhão e o Hospital de Traumatologia e Ortopedia. As medidas de reabertura gradual estão sendo feita somente na Grande Ilha e interior do Estado segue adotando os atuais protocolos.

Os exames laboratoriais já iniciaram retorno de maneira gradual e os atendimentos estão sendo feitos inicialmente para quem já tinha agendamento realizado, de acordo com a SES. As cirurgias eletivas começarão a ser feitas a partir desta segunda-feira (22).
Ainda sobre as cirurgias eletivas a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão disse que todos os pacientes deverão passar por testes de Covid-19 antes de qualquer procedimento. Essa medida faz parte do protocolo de reabertura do atendimento eletivo.
Segundo a SES, inicialmente a capacidade a ser aplicada na volta desses atendimentos será de 40%. Haverá também um novo cronograma de horários para evitar aglomerações.

A SES informou ainda que o Centro de Saúde Genésio Rêgo, na Vila Palmeira, em São Luís, irá ser transformado em um hospital de doenças tropicais após a pandemia. Além disso dentro de suas dependências funcionará um centro de pesquisa.

O Maranhão chegou a 64.735 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus de acordo com os dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgados na noite desta quarta-feira (17). O boletim epidemiológico diz ainda que o estado tem 1.570 mortos e 39.386 curados da doença.

Fonte: G1 MA

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar