fbpx
Mundo

Morre Bernie Madoff, autor do maior golpe financeiro nos EUA

Financista estava preso, cumprindo pena de 150 anos

Morreu, nesta quarta-feira (14), o financista americano Bernard “Bernie” Madoff, autor do maior golpe financeiro da história, aos 82 anos. A informação foi confirmada pela Agência Federal de Prisões dos Estados Unidos.

Madoff foi condenado em 2009 a 150 anos de prisão por orquestrar um esquema de pirâmide financeira estimado entre 25 bilhões de dólares (R$ 143 bilhões) e 63 bilhões de dólares (R$ 359,4 bilhões). O financista estava cumprindo a pena em um centro de detenção na Carolina do Norte (EUA).

Leia também

1 Pentágono diz que vídeos de OVNIs na Califórnia são reais
2  Cientistas criam sensor para implantar na pele e detectar vírus

De acordo com a agência, aparentemente as causas da morte foram naturais. Ele faria 83 no dia 29 de abril.

Segundo informações da Associated Press, no ano passado advogados tentaram reduzir a pena de 150 anos do financista devido à pandemia do novo Coronavírus e a doença renal que ele enfrentava. Porém, tiveram o pedido negado pela Justiça americana.

FRAUDE DO SÉCULO
A fraude orquestrada por Madoff é um tipo de esquema de pirâmide, que funciona apenas enquanto novos investidores continuam entrando no sistema – e, quando os aplicadores param de entrar, a operação não consegue cobrir os retornos vantajosos prometidos e quebra.

No fim do ano passado, vítimas da fraude de Madoff conseguiram o direito de receber 488 milhões de dólares (R$ 2,7 bilhões) em reembolsos adicionais de um fundo especial de indenizações.

Na época, o Departamento de Justiça dos EUA disse que mais de 30 mil pessoas afetadas pela fraude revelada no fim de 2008 receberiam os pagamentos, sendo esta a sexta operação desse tipo, elevando o total de restituições a quase 3,8 bilhões de dólares (R$ 21,6 bilhões).

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo