Polícia

Preso por atentado no Gapara, teria ido vingar a morte do irmão, aponta a polícia

O acusado estava sendo procurado há cinco meses, sendo preso no início da tarde de quinta-feira (11).

As investigações da Polícia Civil do Maranhão (PCMA), conseguiram chegar ao indivíduo Jhonatan Sousa Costa, de 23 anos, preso preventivamente, suspeito de ter participado de um atentado no bairro do Gapara, região Itaqui-Bacanga, em São Luís.

Jhonatan Costa é acusado de participação em atentado no Gapara

De acordo com a polícia, o crime ocorreu no dia 15 de setembro de 2020, quando as vítimas estavam em um campo de futebol na rua do Arame e foram atingidas por tiros. Segundo o delegado Paulo Arthur do 5° DP, Jhonatan Costa, juntamente com outros comparsas foram até o local e realizaram diversos disparos que atingiram quatro adolescentes. O motivo do ataque seria para vingar a morte do irmão, que foi morto em confronto com faccionados rivais.

”Esse indivíduo juntamente com outros comparsas invadiram um campo de futebol no Gapara e atiraram indiscriminadamente nessas crianças e jovens que praticavam esporte no local. Uma pessoa foi atingida com um tiro na cabeça e acabaram com graves sequelas. As testemunhas reconheceram esse indivíduo como sendo  um dos autores do crime. Nós representamos pela sua prisão pela tentativa de homicídio contra quatro pessoas”, afirmou o delegado Paulo Arthur.

O acusado estava sendo procurado há cinco meses, sendo preso no início da tarde de quinta-feira (11). A operação para prender Jhonatan Sousa, foi realizada por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital e a equipe da Seccional Sul, coordenada pelo delegado Paulo Arthur. Outros suspeitos estão sendo procurados por participação no crime.

 

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo