Gospel

“Ensinando a odiar a Deus”: China ensina crianças que Cristianismo é “culto maligno”

Crianças são doutrinadas nas escolas até mesmo para delatar parentes.

O regime comunista da China continua avançando em medidas para erradicar o Cristianismo, buscando doutrinar crianças pequenas a adorarem o ditador comunista Xi Jinping, em vez de adorar a Deus. Os relatos são de que o regime ensina as crianças a “odiar a Deus”.

Denúncias feitas ao site Bitter Winter já davam conta de que as crianças são doutrinadas pelo regime a ter ódio contra crenças baseadas na fé religiosa e delatar os próprios parentes, mas agora o Partido Comunista da China (PCCh) está preparando os jovens no país comunista para ter “ideias e pensamentos certos” com base no ateísmo.

Segundo o Epoch Times, uma mãe cristã notou atitudes estranhas de seu filho depois de ir à escola, relatando que a criança tem tido atitudes negativas sobre Deus. Ela relata que o regime comunista e ateísta da China está tentando fazer as crianças ter ódio contra Deus.

“Antes de começar a escola, contei ao meu filho sobre a criação de Deus e ele acreditou. Mas depois de ser ensinado na escola, meu filho é como uma pessoa diferente. Na China ateísta, essas crianças puras e inocentes foram ensinadas a odiar a Deus”, disse.

Em outro relato, uma criança teria encontrado um livreto cristão em sua casa e passou a agir de maneira ansiosa, isso porque sua professora advertiu que “o Cristianismo é um ‘xie jiao’” ou um “culto do mal”. A atitude da criança chamou a atenção.

Os pequenos também recebem materiais, como livros sobre “xie jiao”, um deles falando sobre “Moralidade e Sociedade”, mas com base em um ateísmo que busca erradicar Deus da esfera pública e privada.

Como já foi relatado anteriormente pelo Gospel Prime, a China está prendendo até mesmo os cristãos que participam de cultos online. O Partido Comunista da China (PCCh) estaria usando a pandemia de coronavírus como desculpa para reprimir os cristãos.

*Com informações do Gospel Prime

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo