Polícia

Polícia Civil realiza grande número de prisões na Capital maranhense no primeiro mês do ano

Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), coordenada pela delegada Viviane Fontenelle realizou 69 prisões em São Luís.

De acordo com balanço divulgado pela Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) foram realizadas, somente nos primeiros 22 dias de janeiro deste ano, 69 prisões em São Luís. O percentual é 138% maior que o alcançado para o mesmo período do ano passado.

O número supera o total de prisões contabilizadas em todo o mês de janeiro do ano passado, que somou 29 prisões.

Até o dia 22 de janeiro foram 69 prisões (Foto de Nilson Figueiredo)

Dentre as prisões executadas, destaca-se às relacionadas ao combate dos homicídios, fruto de um trabalho conjunto com a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP). Quanto a esses crimes, o percentual é ainda maior com um crescimento de 150% em relação ao mesmo período de 2020. Saltando de seis prisões em janeiro do ano passado, para quinze prisões este ano.

O saldo positivo é resultado de uma série de medidas implementadas pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, por meio da Superintendência da Capital, com foco em ações preventivas e investigativas realizadas pela Polícia Civil, e que, em parceria com os demais órgãos do Sistema de Segurança Pública do Estado, buscam identificar e localizar os autores dos crimes praticados na capital, além de realizar suas prisões.

Para a superintendente da Capital, delegada Viviane Fontenelle, o resultado é consequência da implementação de uma série de medidas que buscam ampliar e fortalecer as atividades realizadas pelo órgão.

“Esse resultado é fruto de um trabalho contínuo da Secretaria de Segurança Pública e dos seus órgãos visando sempre melhorar a prestação de serviços à população, e que resultou em diversas medidas já implementadas pela SSP. Dentre elas, está o fortalecimento das seccionais que aumentaram o seu efetivo, proporcionando uma ação mais rápida e eficiente na elucidação dos delitos e realização de prisões. Tais unidades se tornaram de fundamental importância, pois possibilitam o avanço das investigações junto às demais unidades, e, consequentemente, conseguimos dar uma resposta mais rápida a população”, afirmou.

(foto Nilson Figueiredo)

Para a superintendente, o planejamento da Polícia Civil, em parceria com os outros órgãos da Secretaria de Segurança Pública, é fundamental para o combate de crimes, como o de tráfico de drogas em São Luís.

“Há todo um planejamento estratégico no combate aos crimes de diversas natureza, visando preservar o bem maior da pessoa humana, que é a vida. Por outro lado, a SPCC trabalha dentro dos seus planejamentos, e com ações integradas com os demais órgãos como a Polícia Militar, para combater o crime organizado, que tem o tráfico de drogas como uma das principais ‘fontes de renda’ para sustentar as organizações, tendo como consequência também a prática de vários outros crimes, como roubo, furto e o próprio homicídio. Contudo, o Estado, através da polícia, não mede forças para enfrentar e acabar com essas distorções que tendem a deturpar o convívio social entre os cidadãos de bem do nosso Estado” finalizou.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo