Polícia

Polícia Civil trabalha para identificar e prender autores do triplo homicídio contra jovens

Autores acusaram as vítimas de pertencerem a uma facção criminosa rival. A polícia checou que não há antecedentes criminais contras os jovens.

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa(SHPP) trabalha para identificar e prender os indivíduos autores do triplo homicídio registrado na última sexta-feira (15), no bairro Andiroba, zona rural de São Luís.

VEJA TAMBÉM:

De acordo as investigações, o crime ocorreu por volta das 17h00, em uma serraria/madeireira localizado na Avenida Principal. Os suspeitos invadiram o local pela parte dos fundos e renderam todos os funcionários. A princípio os colaboradores pensavam se tratar de um assalto, pois os criminosos subtraíram seus pertences. Porém os três jovem foram colocados afastados e atingidos por tiros.

Jovens foram encontrados baleados no local onde trabalhavam

Franklin Oliveira Nascimento, de 21 anos e Denilson Gomes da Silva de 20 anos foram alvejados na cabeça e morreram no local. O irmão de Denilson Gomes, identificado como Denis Filho Gomes Silva, de 19 anos foi baleado também na cabeça, ainda com vida foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), levado ao Hospital Dr.Clementino Moura, Socorrão 2, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Todos três trabalhavam na fabricação de caixotes.

Os atiradores afirmaram que os jovens seriam membros de uma facção criminosa rival. No entanto a polícia checou que nenhuma das vítimas tinha antecedentes criminais.

Os sobreviventes informaram aos policiais que também foram agredidos com panadas de facão durante ação criminosa. O delegado Lúcio Rogério da SHPP informou que levantamentos estão sendo feitos para identificar e tão logo prender os autores deste crime cruel.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo