Polícia

A casa caiu! Grupo criminoso é preso após roubo e venda ilegal de cabos de energia elétrica

Os agentes conseguiram apreender uma tonelada de cabos de energia de alumínio, uma arma de fogo, cinco munições intactas e mais uma quantia em dinheiro de R$ 7.284,35.

Um grupo criminoso especializado em realizar roubou e venda ilegal de cabos de energia elétrica, foram presos no município de Pinheiro, distante 113 km de São Luís. As prisões em flagrante ocorreram na quinta-feira (24), pela Polícia Civil  do Maranhão, com o apoio operacional da Polícia Militar.

Os agentes conseguiram apreender uma tonelada de cabos de energia de alumínio, uma arma de fogo, cinco munições intactas e mais uma quantia em dinheiro de R$ 7.284,35 (sete mil duzentos e oitenta e quatro reais e trinta e cinco centavos).

Os criminosos também foram autuados pelos crimes receptação, porte ilegal de arma de fogo,  furto qualificado pelo curso de pessoa  e abuso de confiança. Entre os sete presos, cinco são funcionários da empresa de energia elétrica que atua no estado do Maranhão.

Detalhes

De acordo com a Polícia Civil , chegou ao conhecimento da equipe de investigação que um caminhão da empresa Equatorial Maranhão estava circulando na zona rural de Pinheiro com outro veículo do modelo Volkswagen Voyage que fazia a escolta.  Com essas informações a equipe de investigação deslocou até a região onde localizaram os veículos em torno do Povoado Outeiro do Finca, ocasião em que presenciaram os funcionários da concessionária de energia descarregando  os cabos do caminhão.

No outro veículo de passeio, os policiais encontraram cabos de energia prontos para venda, assim como o revólver calibre .38. os presos confirmaram que furtavam os cabos de propriedade da empresa e vendiam irregularmente a R$ 5,00 o quilo.

Após a apresentação formal na delegacia, os sete homens foram encaminhados à Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Pinheiro, onde passam a ficar à disposição do Poder Judiciário.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo