Polícia

Laudo aponta falhas em desabamento de prateleiras de supermercado

Oito pessoas ficaram feridas e uma funcionária morreu durante o ocorrido.

O Instituto de Criminalista do Maranhão (ICRIM), divulgou nesta sexta-feira (17), laudos que apontam as causas da queda das prateleiras no Mix Atarejo, acidente que ocorreu no dia 2 de outubro.

Durante o acidente oito pessoas ficaram feridas e uma funcionária não resistiu aos ferimentos. De acordo com o laudo, três fatores foram responsáveis pelo acidente, onde uma prateleira acabou caindo, atingindo outras causando um ‘efeito-dominó’.

No documento o primeiro motivo teria sido o transporte inadequado da prateleira. O segundo erro foi na forma em que a prateleira foi recolocada, de acordo com o diretor do ICRIM, a sustentação das prateleiras estavam colocadas de forma irregular.

O terceiro erro encontrado foi a forma que a prateleira foi recolocada no local, ela precisava está chumbada ao chão. Mas a prateleira foi colocada ancorada e estabilizada em um lugar com o chumbadores muito próximos.

Ainda de acordo com o laudo, o operador de prateleiras não teve culpa alguma no acidente que aconteceu. Os laudos foram encaminhados para a Polícia Civil e Ministério Público, responsáveis pela investigação de um possível caso de homicídio Culposo.

Acompanhe a nota do grupo Mateus na íntegra:

Na nossa história nunca passamos por um momento tão triste como o ocorrido.
Perdemos uma colaboradora e, diante deste lamentável fato, nos prontificamos a
prestar assistência às vítimas.
Nossa equipe de Segurança e Medicina do Trabalho acompanhou as famílias desde
o início. Arcamos com despesas médicas e apoio necessário à família da nossa
colaboradora vitimada no acidente, com as devidas comprovações para os órgãos
competentes. O mesmo fizemos e mantivemos para atender os nossos
colaboradores e clientes, também impactados.
O setor jurídico deu início imediato a todos os trâmites necessários para agilizar o
pagamento de indenização, que ainda não havia sido feito por exigência da empresa
seguradora de acesso ao laudo pericial, que somente foi concluído e divulgado pelas
autoridades no último dia 17/12/20. Todas as medidas legais, bem como
operacionais, já estão sendo tomadas junto às empresas contratadas responsáveis
pela execução dos serviços de montagem.
Para reabertura da loja onde aconteceu o acidente foi realizada a troca de 100% da
estrutura de porta-pallets e a vistoria por parte dos órgãos responsáveis para
emissão das licenças de funcionamento.
Nossa história foi construída baseada no trabalho, confiança e respeito aos nossos
colaboradores, clientes e parceiros.
Reafirmamos o nosso compromisso de fortalecer esses princípios baseados na
transparência, ética e seriedade.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo