Educação

Capes abre seleção com 1.400 vagas disponíveis para doutorado sanduíche no exterior

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) abriu processo seletivo para doutorado-sanduíche no exterior. São 1.400 vagas disponíveis através do Programa Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE). Os alunos matriculados em cursos de doutorado avaliados com nota quatro ou maior na última quadrienal poderão realizar uma parte da sua formação em outro país.

Um dos requisitos é comprovar fluência na língua estrangeira da instituição de destino. O objetivo do programa é oferecer oportunidades para a atualização de conhecimentos técnicos, científicos, tecnológicos e acadêmicos e ampliar o nível de colaboração e de publicações conjuntas entre a comunidade acadêmica que atua no Brasil e no exterior.

Doutorado-sanduíche no exterior 

Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) oferecerá bolsas de estágio em pesquisa de doutorado no exterior, alinhadas com o Plano de Internacionalização da Instituição de Ensino Superior. Na modalidade, o estudante poderá realizar parte do curso em instituição no exterior, com a obrigação de retornar ao Brasil após a finalização da bolsa, para integralização de créditos e a defesa da tese. A CAPES será responsável pelo apoio financeiro aos bolsistas dos seguintes benefícios:

I – mensalidade;
II – auxílio deslocamento;
III – auxílio instalação;
IV – auxílio seguro-saúde;

As instituições têm até o dia 12 de março do próximo ano para fazerem a seleção interna dos candidatos e divulgarem seus resultados. A inscrição no sistema da CAPES será feita de 15 de março a 1º de abril. Após homologação, emissão das cartas de concessão e todos os trâmites necessários para a implementação das bolsas, as atividades no exterior poderão ser iniciadas entre julho e setembro de 2021.

Veja o edital da seleção

Com informações do Educa Mais Brasil

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar