Mundo

Paris Hilton diz que não fala com os pais há 20 anos por ter sido enviada a colégio interno

Em seu novo documentário, a celebridade revela abusos sofridos durante a adolescência na escola

Asocialite norte-americana Paris Hilton, 39, passou de estrela de reality show a empresária e agora ativista. A celebridade revela em seu novo documentário, “This Is Paris”, que não fala com seus pais há 20 anos por ter sido enviada a um colégio interno em que foi abusada mental e fisicamente. A escola defende que a administração mudou desde 2000.

“Tantas pessoas me escreveram dizendo ‘Muito Obrigado’”, disse Hilton. Agora ela trabalha para que a Provo Canyon School, no Estado de Utah, seja fechada, de acordo com o blog F5 do jornal Folha de S. Paulo.

No documentário, que estreou no canal de Hilton no YouTube em setembro, ela diz que foi mentalmente e fisicamente abusada, colocada em confinamento solitário por horas e forçada a tomar medicamentos desconhecidos.

“Eu nunca tinha sido tão aberta dessa maneira antes, mas finalmente estou pronta para compartilhar minha verdade”, escreveu Hilton ao lançar o trailer oficial da produção. O documentário já conta com quase 15 milhões de visualizações no YouTube e possui legendas para vários idiomas.

A agência de notícias Reuters não conseguiu confirmar as acusações de maneira independente. Hilton disse que foi mandada para a instituição e para outras escolas para adolescentes problemáticos após anos de insubordinação e revolta.

Em resposta às acusações da celebridade, a Provo Canyon School enviou uma nota que diz, em parte: “Estamos cientes que a mídia está mencionando a Provo Canyon School. Por favor entendam que a PCS foi vendida por seu proprietário anterior em agosto de 2000. Nós, portanto, não podemos comentar sobre as operações ou experiências antes disso.”

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar