Polícia

Suspeito de assassinar dançarino maranhense é preso em Manaus

O crime ocorreu no dia 5 de fevereiro de 2020, no bairro da Cohab, na residência onde a vítima morava.

A Polícia Civil do Maranhão em  ação conjunta com a Polícia Civil do estado do Amazonas, por meio dos Departamentos de homicídios, prenderam um homem acusado de ter cometido o latrocínio de Wenyson Fernandes Miranda, conhecido como “Xexeu”. A prisão foi realizada na capital amazonense.

''Xexeu''
”Xexeu”

O crime ocorreu no dia 5 de fevereiro de 2020, no bairro da Cohab, na residência onde a vítima morava. Xexeu sofreu diversas lesões no corpo, que o levaram a óbito, ao fugir do local do crime, o autor subtraiu objetos pessoais.

O crime comoveu a população, uma vez que, o dançarino era muito conhecido, principalmente no meio artístico.

Depois de cometer o crime, o suspeito identificado pelas iniciais D. A. V. A, fugiu para o Estado de Manaus/AM, sendo localizado e preso nesta terça-feira (23). Agora o preso deve ser trazido para o Maranhão, onde responderá pelo crime.

O crime

O corpo de Wenyson Fernandes Miranda, o Xexeu, foi achado dentro da própria residência no dia cinco de fevereiro de 2020, no bairro Cohab, em São Luís. De acordo com informações, a vítima estava sem dá notícias há dois dias, causando estranheza na mãe, que foi até o local onde encontrou o filho sem vida.

Na época a polícia informou que o corpo estava amarrado e que havia sinais de violência, inclusive caracterizando tortura. Xexeu era muito conhecido como dançarino de bolero e atuava em casa noturnas, mas também exercia a função de cabeleiro.

Desde o início do crime, o principal suspeito era o companheiro que desde o dia do crime desapareceu e hoje foi preso.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo