Polícia

Suspeito de liderar esquema da pirâmide financeira será monitorado por tornozeleira eletrônica

Estima-se que o esquema possa ter movimentado cifras na ordem de centenas de milhões de reais, com capacidade para ser considerada uma das maiores pirâmides financeiras de que se tem conhecimento.

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência de Polícia Civil da Capital – SPCC  e (Delegacia Especializada de Defraudações e do 4⁰ DP do Vinhais), no curso de investigações criminais ainda em trâmite pelos crimes de estelionato, crimes contra a economia popular, e outros eventualmente descobertos no decorrer das investigações, representou ao Poder Judiciário por medidas cautelares de investigado responsável por captar recursos milionários de terceiros sob o pretexto de investir no mercado de capitais.

Abdon Murad Júnior
Abdon Murad Júnior

O Poder Judiciário, com participação do Ministério Público, atendendo parcialmente ao pedido das Autoridades Policiais, determinou ao investigado de iniciais A.J.M.J, 38 anos de idade (conhecido popularmente Abdon Murad Júnior), a entrega do passaporte, a proibição de deixar a sede da Comarca e o uso de tornozeleira eletrônica.

Estima-se que o esquema possa ter movimentado cifras na ordem de centenas de milhões de reais, com capacidade para ser considerada uma das maiores pirâmides financeiras de que se tem conhecimento. Não é possível nesta fase da investigação se estimar o número de vítimas.

As investigações continuam de forma a identificar o destino dos valores arrecadados pelo médico sob o pretexto de investimento no mercado financeiro. Ressalte-se que, a medida cautelar deferida não constitui antecipação de culpa, posto tratar-se de fato complexo, sendo cogente averiguar-se de forma minuciosa a real dimensão do envolvimento do aludido investigado e eventuais envolvidos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo