Polícia

Maranhense que matou mulher e bebê é morto pela milícia no RJ

Foi morto, no Rio de Janeiro, o maranhense Luís Fernando Guimarães Barbosa, de 21anos, que era suspeito de assassinar a facadas Marileide da Silva Nascimento, 24. Ele foi morto a pauladas nesta segunda-feira (10), de acordo com informações repassadas pela Polícia Militar. A vítima e o autor, inclusive, eram naturais do município maranhense de Buriti Bravo.

A mulher morta pelo maranhense foi assassinada na semana passada

De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, a suspeita é que o maranhense teria
sido executado pela milícia que atua na região. Luís Fernando ainda foi linchado até
morrer. Em seguida, o corpo foi jogado no Canal do Anil, no bairro Gardênia Azul, em
Jacarepaguá. Após o crime, os suspeitos fugiram. Até o momento, nenhum envolvido
havia sido identificado.
O crime teria sido motivado por uma crise de ciúmes da ex-esposa de Luís,
identificada como Lucilene Pereira da Silva, de 22 anos. O suspeito foi até a casa onde
ela vivia com Marileide e o bebê Bryan Lucas, para assassiná-la. Segundo a polícia,
por não ter encontrado a ex no local, ele desferiu os golpes de faca nas outras duas
vítimas.
Lucilene era prima de Marileide. As duas moravam juntas desde o término do
casamento dela com Luís Fernando, há três meses. A união, que durou oito meses,
terminou por conta de agressões. Desde então, ela estava sendo ameaçada pelo ex-
marido.

Os corpos de Marileide da Silva e o bebê Bryan Lucas serão enviados de avião nesta
terça-feira (11) para Buriti Bravo. Não há informações sobre o horário de chegada dos
corpos.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar