Mundo

Primeira-dama é presa por matar ex-mulher do marido

Maesaiah Thabane é esposa do primeiro-ministro do Lesoto, na África

A primeira-dama do Lesoto, Maesaiah Thabane, foi detida nesta terça-feira (4) pela polícia do país e apontada como suspeita do assassinato da primeira mulher do marido, o primeiro-ministro Thomas Thabane.

A mulher do premiê foi colocada sob custódia ao retornar de viagem da África do Sul, para onde havia fugido em 10 de janeiro, para evitar uma ordem de prisão.

Após prestar depoimento, Maesaiah Thabane foi denunciada pela polícia como autora do crime que ocorreu em 2017, dois dias antes do marido tomar posse como primeiro-ministro, em governo de coalizão que encerrou anos de instabilidade política no país africano.

Lipolelo, primeira mulher de Thomas Thabane, foi morta na porta de casa, nos arredores da capital do país, Maseru, após ser atingida por diversos tiros.

O primeiro-ministro, de 80 anos, chegou a prestar depoimento, em caso que gerou grande crise política no Lesoto, localizado no sul da África. A situação, inclusive, deve gerar a queda do político, já aprovada pelo partido do qual é filiado.

Thomas Thabane chegou a ser acusado de ter tentado demitir o atual chefe da polícia do país, Holomo Molibeli, para atrapalhar as investigações contra a primeira-dama.

A interferência teve como resposta a divulgação, por parte da polícia, de um documento em que se revelou a existência de provas de que foram realizadas ligações telefônicas para o número do primeiro-ministro feitas do local do assassinato.

*Com informações da agência EFE

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar