Econômia

FMI avalia que Brasil pode duplicar crescimento em 2020

Controle da inflação e juros baixos podem ajudar na economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê a duplicação do crescimento econômico do Brasil em 2020, passando do 0,9% estimado para este ano para cerca de 2%, segundo Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental da entidade.

De acordo com Werner, “existe uma grande probabilidade de a economia brasileira se acelerar em 2020 até cerca de 2%” graças aos planos do governo.

Em entrevista à Agência Efe, Werner argumentou que a previsão de melhora do crescimento econômico brasileiro pode se concretizar se o país conseguir conter a inflação e manter as taxas de juros “relativamente baixas”.

Para 2019, o especialista explicou que o FMI rebaixou a previsão inicial “devido aos desastres naturais gerados nas regiões de mineração no início do ano e porque antecipava uma certa recuperação do investimento gerado pelo programa de reformas do presidente Jair Bolsonaro”.

– Mas a resposta que tínhamos antecipado ainda não se materializou – enfatizou Werner, que disse esperar os frutos das reformas em 2020.

O crescimento econômico do Brasil se acelerou até 0,6% no terceiro trimestre, enquanto a marca no segundo trimestre foi de 0,5%, segundo os dados divulgados nesta terça-feira (3).

Assim, a economia brasileira cresceu a uma taxa interanual de 1,2%, estimulada, entre outros fatores, pelo aumento do consumo das famílias e do investimento privado.

*Com informações da agência EFE

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios