Mundo

Bandido faz vítima ‘escolher’: estupro, incesto ou morte

Ele fingiu ser funcionário de empresa para invadir casa da mulher

Um criminoso foi preso em Nova Iorque, nos Estados Unidos, após invadir a casa de uma mulher e estuprá-la. No entanto, o que seria apenas mais um crime de abuso sexual, ganhou contornos perversos depois que a vítima contou que o bandido mandou ela escolher entre ser estuprada, ser obrigada a ter relações sexuais com o próprio filho ou ser morta.

De acordo com a imprensa norte-americana, Joshua Henderson, de 33 anos, fingiu ser funcionário de uma construtora para conseguir entrar na casa da vítima. Já dentro do imóvel, ele rendeu a mulher e lhe deu as “opções”: estupro, incesto ou morte.

– Eu posso te sufocar com esse travesseiro, posso fazer sexo com você ou te forçar a fazer sexo com o seu filho – teria dito Henderson.

O criminoso ainda roubou joias, dinheiro e objetos de valor do imóvel.

Ele estava em liberdade condicional após cumprir uma pena de 12 anos. Antes de cometer o abuso sexual, ele já havia sido preso três vezes, mas ainda assim foi mantido solto.

– Esse caso mostra que nós temos um grave problema em nosso sistema judiciário. Como um homem que está em liberdade condicional não é preso novamente quando comete um assalto cerca de um ou dois meses depois em que foi posto em liberdade? – questionou Dermot Shea, chefe do departamento de investigações da polícia de Nova Iorque.

Joshua Henderson poderá ficar preso por até 25 anos se condenado pelos crimes de invasão e estupro.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios