Nacional

Simuladores não são mais obrigatórios para tirar CNH

Mudança nas regras faz parte da campanha do governo Bolsonaro

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu que os simuladores de autoescola não serão mais obrigatórios para quem quer tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, presidente do Contran, o simulador será opcional.

A alteração nas regras é uma das promessas de campanha de Jair Bolsonaro, que já havia sinalizado em fevereiro deste ano para o fim dos simuladores. Na noite desta quinta-feira (13), em mais uma de suas transmissões online, Bolsonaro comparou os simuladores a videogames e afirmou que não eram eficientes.

O ministro Tarcísio de Freitas acredita que, com a nova medida, haverá uma redução de até 15% no custo para tirar a CNH. Além disso, a burocracia também deve diminuir.

Agora, o aluno terá que cumprir 20 horas de carga horária prática, uma queda de 5 horas se comparado com a obrigatoriedade de simuladores.

– O simulador não tem eficácia comprovada, ninguém conseguiu comprovar que é importante para o condutor. Nos países ao redor do mundo não é obrigatório, mesmo em países com excelentes níveis de segurança no trânsito – argumentou o ministro.

A nova regra entrará em vigor em 90 dias.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios