Polícia

Foragido por morte de taxista é capturado em São José de Ribamar

A Delegacia Especial de São José de Ribamar capturou, na quinta-feira (7), naquela
cidade, Symonton Lucas Carvalho Neves, de 18 anos, contra o qual há um mandado de
prisão preventiva. Ele estava sendo procurado pela morte do taxista Dorival Muniz de
Melo, que foi assassinado em um assalto no dia 31 de outubro do ano passado. Esse
rapaz já tinha preso pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

O taxista foi encontrado morto em outubro de 2018 já em fase de esqueletização

O corpo do taxista, segundo acompanhou a reportagem do Jornal Itaqui-Bacanga, foi
encontrado pela SHPP, sendo que o cadáver já estava em fase de esqueletização, em
uma área de difícil acesso, em Ribamar, no dia 5 de dezembro de 2018. Na época,
além de Symonton Lucas, também foram presos Karynna dos Santos Assis e Bruno
Henrique Costa Assis.

Após a localização do trio, um dos conduzidos indiciou o ponto exato onde o cadáver
da vítima estava. Sendo assim, a equipe se deslocou a Vila São José, em uma área de
matagal, mas, em virtude da escuridão, da complexidade do crime e do difícil acesso
dos peritos ao local, a operação foi interrompida e reiniciada na manhã seguinte,
quando os peritos criminais averiguaram o esqueleto.

O crime:

como explicou o delegado Felipe Freitas, da SHPP, quatro pessoas
participaram do crime, sendo que o grupo conduziu o taxista a um matagal, sob a
vigilância de dois envolvidos, enquanto os demais saíram no carro de Dorival para
praticar assaltos em São José de Ribamar. Na volta dos roubos, houve uma discussão
entre Bruno Henrique e a vítima, por motivos ainda apurados. O suspeito, então, ficou
irritado e decidiu assassinar o rapaz.

De lá, o corpo do taxista – que recebeu disparos de arma de fogo na cabeça – foi
arrastado até a região de difícil locomoção, para dificultar que o cadáver dele fosse
encontrado pela polícia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios