fbpx
Entretenimento

Whindersson faz desabafo: “Quero ajuda, quero viver”

Com mais de 10 milhões de seguidores no Twitter, Whindersson Nunes usou a rede social para desabafar nesta sexta-feira (12). Em uma série de 16 posts, o comediante assumiu que precisou ter muita coragem para se abrir sobre o sentimento ruim que ele sente ao longo dos anos mesmo diante de suas conquistas.

– Eu sinto um angústia todos os dias. Algumas risadas, algumas brincadeiras e depois lá estou eu de novo com esse sentimento ruim. Me sinto mal por não poder me ajudar. Mesmo eu, às vezes, ajudando alguém, eu procuro ajuda nos amigos, na família, mas eu me sinto tão triste – lamentou.

Whindersson ainda falou de seu medo em decepcionar as pessoas. Ele conta que nunca pensou em tirar a própria vida, mas mesmo assim pediu perdão aos seus fãs pelo relato surpreendente. Em um dos posts, o youtuber criticou aqueles que só se aproximam por interesse.

– Eu vivo rodeado de abutres, urubus, cada um querendo a sua fatia do bolo. E ver tantas pessoas ruins me deixa deslocado, me questionando se eu quebro errado em tentar nunca decepcionar.

Ele confessou que trocaria “qualquer quarto chique de hotel por tomar um café com um amigo”. Whindersson Nunes encerrou pedindo ajuda de seu público para dar a volta por cima.

– Me desculpem se eu decepcionei algum de vocês. Não me entendam mal, por favor. Eu quero fazer terapia, eu quero ajuda e quero viver. Conhecer tudo que essa terra tem e contar pra vocês no palco. Amo vocês!

Casado com Luísa Sonza, Whindersson recebeu o apoio da cantora. No Instagram, ela postou uma foto do casal e disse que tudo vai ficar bem.

– Eu estou aqui pra e por você, bixim meu. Tudo vai ficar bem. É eu e tu e tu e eu pro resto da vida. Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza pra sempre. Deus está com a gente e tudo vai passar. Só vai ficar o bom da vida. Tamo junto nessa.

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida é uma das instituições que dão apoio emocional e trabalham para prevenir o suicídio. Para pedir ajuda ligue para o número 188 ou acesse o site do CVV.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios