fbpx
Filmes e Séries

Saiba onde e quando assistir aos filmes indicados ao Oscar 2021; confira lista

Premiação, que chega à 93ª edição este ano, divulgou nesta segunda (15) os selecionados para cada categoria

Pensando nisso, resolvemos elencar também em uma lista de alguns dos favoritos até então, contando como é possível ter acesso a esses filmes. Preparados? Muitos deles já estão disponíveis nos catálogos de plataformas de streaming, mas outros ainda aguardam o lançamento nos cinemas brasileiros. Confira:

Nomadland

Nomadland é estrelado por Frances McDormand
Nomadland é estrelado por Frances McDormand Foto: divulgação

Escrito e dirigido por Chloé Zhao, o filme ‘Nomadland’ é apontado como um dos favoritos da edição do Oscar este ano. Um dos concorrentes na categoria ‘Melhor Filme’, ele é estrelado por Frances McDormand, David Strathairn, Linda May e Charlene Swankie.

O roteiro mostra a história de uma mulher que parte para uma viagem exploratória após o colapso econômico de uma colônia industrial na zona rural de Nevada, nos Estados Unidos.

Assistir à produção agora, no entanto, será um pouco difícil. O filme só será lançado nos cinemas brasileiros em abril, com previsão para o dia 15 deste mês.

Mank

Mank conta a história de Herman J. Mankiewicz
Mank conta a história de Herman J. Mankiewicz Foto: divulgação

Também figurando entre os oito concorrentes a ‘Melhor Filme’, ‘Mank’ tem nomes consagrados do cinema,  como Gary Oldman, Amanda Seyfried e Lilly Collins, no elenco. Na história, a vida de Herman J. Mankiewicz, que foi responsável pelo roteiro da obra ‘Cidadão Kane’, do autor Orson Welles.

A trama, que é densa e tem fotografia diferenciada, mostra os tumultos da jornada de Herman e o embate entre os dois sobre os créditos do longa.

O filme já está disponível na Netflix, tendo sido lançado em novembro do ano passado.

Judas e o Messias Negro

Daniel Kaluuya é protagonista de Judas e o Messias Negro
‘Judas e o Messias Negro’ traz história de ativismo e conta sobre o Panteras Negras Foto: divulgação

Com o protagonismo de Daniel Kaluuya, ‘Judas e o Messias Negro’ tem como mote a história de ascensão e queda de Fred Hampton, ativista que lutava pelos direitos dos negros e foi um verdadeiro revolucionário líder do partido dos Panteras Negras.

Celebrado pela crítica especializada, a produção tem direção de Shaka King e é apontada como uma das mais significantes do ano passado.

Nos cinemas, fez estreia no dia 25 de fevereiro, mas também já está disponível no serviço HBO Max nos Estados Unidos. Até então, o streaming não possui previsão de estreia em solo brasileiro.

Os 7 de Chicago

'Os 7 de Chicago' traz Sacha Baron Cohen no elenco
 ‘Os 7 de Chicago’ traz Sacha Baron Cohen no elenco Foto: divulgação

Neste, a intenção é mostrar nas telas do cinema como um protesto pacífico contra a guerra do Vietnã se transformou em um embate violento com a polícia em Chicago. No elenco, atores como Sacha Baron Cohen e Eddie Redmayne são alguns dos destaques. A direção ficou por conta de Aaron Sorkin.

O filme, que foi lançado oficialmente em novembro de 2020, já está disponível na Netflix.

Borat: Fita de Cinema Seguinte

'Borat: Fita de Cinema Seguinte' é continuação do filme de estreia do personagem
 ‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’ é continuação do filme de estreia do personagem Foto: divulgação

Sacha Baron Cohen, inclusive, ganha destaque em outra produção indicada, mas dessa vez em outro gênero cinematográfico.

Em ‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’, o ator volta a fazer comédia na pele de Borat, dessa vez com o personagem louco e sem filtro retornando aos Estados Unidos para lidar com as eleições americanas e ainda passar pelo início da pandemia de Covid-19.

O filme foi lançado em outubro do ano passado e já está disponível no streaming Amazon Prime Video.

Minari – Em Busca da Felicidade

'Minari' está entre as produções que fizeram estreia antes da pandemia se espalhar pelo mundo
 ‘Minari’ está entre as produções que fizeram estreia antes da pandemia se espalhar pelo mundo Foto: divulgação

Dirigido por Lee Isaac Chung, o filme estadunidense estreou oficialmente durante o Festival Sundance de Cinema, ainda em janeiro de 2020, pouco antes do início da pandemia no mundo.

A trama contra a história de uma família coreana que se muda para uma fazenda no Arkansas. Por lá, a vida dos familiares se transforma após a chegada da avó.

Até o momento, o filme não está disponível em streaming, além de não ter estreia programada para os cinemas em solo brasileiro.

Soul

'Soul' mostra a história de Joe
Em ‘Soul’, o jazz ganha destaque junto do protagonista Foto: reprodução/Disney

Sem tanto destaque na lista de indicados, ‘Soul’ concorre a ‘Melhor Mixagem de Som’ e a ‘Melhor Trilha Sonora’. A animação mostra a história de Joe, um professor de música apaixonado por Jazz que, no entanto, ainda não conseguiu realizar um dos maiores sonhos da vida.

Lançado no mês de janeiro deste ano, o longa traz Tina Fey e Jamie Foxx como dubladores, e já está disponível no streaming Disney+.

A Voz Suprema do Blues

Chadwick Boseman e Viola Davis em 'A Voz Suprema do Blues'
 Chadwick Boseman é um dos destaques em ‘A Voz Suprema do Blues’ Foto: divulgação

Último filme do ator Chadwick Boseman, que faleceu em agosto de 2020, ‘A Voz Suprema do Blues’ possui direção de George C. Wolfe.

No elenco, Viola Davis também ganha destaque, assim como Colman Domingo e Glynn Turman. A trama acompanha a história de Ma Rainey, interpretada por Viola, e sua banda, montada em Chicago ao longo de 1927.

Disponível na Netflix, o filme é um dos grandes destaques por conta da atuação de Boseman.

Bela Vingança 

'Bela Vingança' é estrelado por Carey Mulligan
‘Bela Vingança’ é estrelado por Carey Mulligan Foto: divulgação

Entre os indicados a melhor filme, ‘Bela Vingança’ traz uma aura diferente ao retratar um conto de terror com mistura entre diversão e drama.

Carey Mulligan, Laverne Cox e Sam Richardson fazem parte do elenco, que foi dirigido por Emerald Fennell. Na história, a protagonista Cassie decide se vingar de predadores sexuais que se aproveitam de mulheres bêbadas.

Assim como outras produções, o longa está programado para chegar aos cinemas brasileiros somente este ano. Até então, a previsão de estreia é para o dia 8 de abril.

Viola Davis e o Oscar

Presente no longa ‘A Voz Suprema do Blues’, a atriz Viola Davis foi nomeada à categoria de ‘Melhor Atriz’ e atingiu marca importante. Agora, com a quarta indicação aos prêmios da academia, ela se tornou a atriz negra mais indicada na história do Oscar.

A primeira vez que a atriz recebeu indicação foi em 2009, pelo filme ‘Dúvida’. Na época, Viola concorreu ao prêmio de ‘Melhor Atriz Coadjuvante’.

Em 2012, a indicação ocorreu por ‘Melhor Atriz’ em ‘Histórias Cruzadas’, mas o prêmio só viria em 2017, após surgir no filme ‘Um Limite Entre Nós’.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo