Gospel

Milhares de bruxas se preparam para ‘amarrar’ Trump no Halloween, antes das eleições

Um grupo com mais de 6 mil bruxas está se mobilizando para lançar um feitiço no dia 31 de outubro.

No ano passado, nesta mesma época, o presidente Donald Trump estava sendo submetido ao inquérito de impeachment dos democratas da Câmara. Além disso, a mídia relatou que “milhares” de bruxas estavam tentando lançar um “feitiço de amarração” sobre ele no Halloween.

Agora os mesmos praticantes de bruxaria estão de volta, celebrando a rara confluência de dois eventos lunares “poderosos” em um mês, tudo em um esforço para eleger Joe Biden e destituir o presidente Trump do cargo.

Comunicando-se via mídia social, as bruxas estão tramando vários eventos “vinculantes” com sua maior tentativa de atacar espiritualmente o presidente em 31 de outubro (Halloween), pouco antes da eleição. Eles têm usado as hashtags #BindTrump (#AmarreTrump) e #MagicResistance (#ResistênciaMagica), enquanto convocam o que chamaram de feitiço “Onda Azul” em 31 de outubro e 2 de novembro.

Como a CBN News informou, as bruxas têm tentado regularmente lançar feitiços contra Trump desde sua posse em 2017. Eles até trabalharam para enfeitiçar seu indicado à Suprema Corte, Brett Kavanaugh.

Além do feitiço do Halloween deste ano, uma das pessoas que está usando a página “Bind Trump” (oficial) do Facebook, com mais de 6.100 membros, também está pedindo que um feitiço seja feito contra o presidente em seu debate final, agendado para esta quinta-feira (22) à noite com o desafiante democrata Joe Biden.

Uma pessoa identificada como Terri Wonder escreveu sobre seu plano estratégico em um post na página.

“Trump precisa sair dos trilhos novamente no terceiro e último debate. Isso levará à eleição para casa — e ele no deslizamento de terra em nossa nação e o mundo precisa com tanta urgência. Há alguns estados onde Biden mudou a maré nas pesquisas e uma série de outros, onde outro debate bem-sucedido poderia causar outra mudança nas linhas vermelha e azul, balançando as pesquisas estaduais decisivamente a favor de Biden. Pense na Flórida, Geórgia, Carolina do Norte. Vamos trabalhar duro em nossa magia”, escreveu a usuária.

Em outra postagem da página, uma usuária identificada como Cherry Wanders oferece uma lista de “localização rápida”, incluindo links para assuntos, como amarração e o raro fenômeno lunar que está para acontecer, bem como os rituais que podem ser feitos no período.

Grupo “Bind Trump” tem mais de 6 mil membros no Facebook. (Imagem: Facebook / Reprodução)

Covid-19

As bruxas estão se sentindo especialmente poderosas sobre suas ações em relação à infecção Covid-19 de Trump. Alguns deles estão alegando que seus feitiços lançados na última lua cheia para amarrar Trump resultaram em ele pegando Covid logo depois.

O site Vice.com relata que as bruxas estão tentando descobrir de quem é o feitiço que deu a Trump o coronavírus. Eles dizem que o anúncio do resultado do teste do presidente em 1º de outubro coincidiu com a lua cheia, o que é significativo para as bruxas por seu simbolismo relacionado à mudança das estações, e eles acreditam que uma lua cheia é muito potente.

Pam Grossman, apresentadora de podcast e autora de witches disse ao Vice.com que ter duas luas cheias em outubro no primeiro dia e no último dia do mês é uma convergência rara.

“Acho que o simbolismo de começar com a lua cheia e terminar com a lua cheia também parece muito poderoso”, disse ela. “É limitado por esses dois incríveis momentos cósmicos, e isso parece um grande portal para mudança e transformação também”

Reação dos cristãos

Ao mesmo tempo, os cristãos têm travado uma batalha espiritual pelo futuro da nação, buscando a misericórdia de Deus por meio de uma grande manifestação de arrependimento chamada “O Retorno”, realizada na capital do país no final de setembro.

E vários grupos e líderes cristãos também estão jejuando e orando por um avanço espiritual, por um reavivamento e para que a vontade de Deus seja feita na eleição.

Em um sinal flagrante da batalha espiritual que está em andamento, os manifestantes satânicos tentaram interromper uma ação de evangelismo, realizada pelo evangelista Sean Feucht em Seattle, mas eles falharam em impedir o mover de Deus lá.

E Feucht continua a ver uma resposta incrível ao evangelho enquanto viaja pelo país realizando evangelismo, com um importante chegando em Washington, DC em 25 de outubro.

Esse dia marcará uma espécie de convergência cristã, pois Franklin Graham convocou um dia de jejum e oração no domingo, 25 de outubro.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar