Polícia

Arma de fogo usada na morte da criança em Ribamar é entregue a polícia 

De acordo com o Delegado de Polícia Civil, Paulo Tarso que está a frente das investigações, o cunhado do pai da  criança que é um PM reformado, entregou o objeto juntamente com as munições.

Foi entregue à polícia, a arma usada na morte de João Pedro Lima, de 12 anos, que atirou acidentalmente contra a própria cabeça na última terça-feira (13), no Bairro Moropóia, no município de São José de Ribamar.

SAMU e PM no local.
SAMU e PM no local.

De acordo com o Delegado de Polícia Civil, Paulo Tarso que está a frente das investigações, o cunhado do pai da  criança que é um PM reformado, entregou o objeto juntamente com as munições. Em depoimento, Ele informou que deixou a arma na casa, pois iria viajar e precisava de um lugar para guardar. O delegado acrescentou que o PM tem autorização para o porte e que o material  está com a documentação legal.

“Nós ouvimos ontem mesmo o cunhado do pai da vítima, que é o proprietário da arma que foi usada no incidente. Ele, um policial militar reformado que tinha autorização para ter a arma, apresentou o objeto e também os projéteis. Ouvimos, recolhemos os materiais e estamos dando continuidade às investigações”, afirmou o delegado Paulo de Tarso.

Não está descartado nenhuma possibilidade, inclusive a principal suspeita de suicídio, porém os laudos periciais vão auxiliar para chegar uma conclusão.

“A informação inicial é de que teria sido suicídio. Uma criança de 12 anos, com acesso a uma arma, sozinho em casa. Mas nós trabalhamos com todas as linhas de investigações. Não podemos descartar nada por enquanto. Diante das circunstâncias, o delegado afirmou também, que nenhuma hipótese pode ser descartada.” relatou o delegado.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar