Polícia

Governador Flávio Dino informou que foi ameaçado de morte, durante pronunciamento à imprensa

Se não cumprem leis e preceitos éticos quando nem são policiais, o que farão com uma arma na mão?”, externou o governador.

O Governador do Maranhão, Flávio Dino do PCdoB, informou durante pronunciamento à imprensa, nesta sexta-feira (25), que foi ameaçado de morte. O episódio de ameaça, segundo o chefe do poder executivo estadual surgiu logo após o anúncio de nomeação de 142 pessoas que passaram no concurso da PM no ano de 2017. “A cada nomeação de cadastro de reserva da PM recebo centenas de xingamentos e agressões. Agora, até ameaça de morte recebi, que está sendo investigada pela Polícia. Se não cumprem leis e preceitos éticos quando nem são policiais, o que farão com uma arma na mão?”, externou o governador.

Flávio Dino informou que a Polícia investiga ameaça de morte sofrida
Flávio Dino informou que a Polícia investiga ameaça de morte sofrida

Segundo apurou a reportagem do Jornal Itaqui-Bacanga, as agressões teriam partido de alguns que fazem parte do cadastro de reserva e, ainda, não foram chamados, utilizaram as redes sociais para atacar o governador.

“Como já expliquei várias vezes, temos dois parâmetros FEDERAIS obrigatórios antes de nomeação de cadastro de reserva da PM: a Lei de Responsabilidade Fiscal e a recente Lei Complementar 173. Há limites de gastos com pessoal e com reposições de recursos humanos”, esclareceu Flávio Dino.

“Entendo o desejo de integrantes do cadastro de reserva da PM em serem nomeados. Normal. Contudo, temos leis federais a cumprir. E de nada adianta xingar, agredir ou ameaçar. Aliás, são condutas bem estranhas para quem sonha em ser policial algum dia”, concluiu.

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar