Esporte

Senado terá CPI sobre acidente com avião da Chapecoense

Parlamentares irão investigar o atraso no pagamento das indenizações às famílias das vítimas

Nesta quarta-feira (11), o Senado Federal instalou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que ficará responsável por apurar o atraso no pagamento das indenizações pelas vítimas do voo da Chapecoense. O acidente aconteceu em novembro de 2016 e deixou 71 mortos e seis feridos.

A CPI será composta por 11 membros titulares e mais sete suplentes. Ela irá funcionar por um período de 180 dias. O presidente da comissão será o Jorginho Mello (PL-SC).

Já o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) ficará responsável pela relatoria. De acordo com o parlamentar, ” grande parte das famílias está até com dificuldade de sobrevivência”, já que o “valor proposto de reparação foi mínimo”.

– O objetivo nosso é não só apurar e buscar essas reparações, como também, evidentemente, aperfeiçoar a legislação. Nós precisamos buscar mecanismos de proteção, para que não aconteça mais o que está acontecendo com os familiares, com a Chapecoense e com a diretoria também – apontou.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar