fbpx
Mundo

Família real nega acusações de abuso sexual contra príncipe

Palácio de Buckingham emitiu um comunicado falando sobre o escândalo

O Palácio de Buckingham divulgou um comunicado nesta terça-feira (13) no qual nega as acusações de abuso sexual contra o príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II. O escândalo apareceu em diversos jornais britânicos na última semana.

O Duque de York foi relacionado ao escândalo do amigo pessoal Jeffrey Epstein, acusado de manter uma rede de exploração sexual de menores, e encontrado morto na cela que estava detido.

Na véspera da morte de Epstein, centenas de documentos sobre o milionário foram tornados públicos pela Justiça. Neles, o príncipe Andrew é mencionado, acusado de tocar os seios de uma jovem, na casa do amigo, em 2001.

– Este é um processo que corre nos Estados Unidos, em que o Duque de York não faz parte. Qualquer insinuação é categoricamente falsa – afirma o comunicado emitido pelo Palácio de Buckingham.

APROXIMAÇÃO
O príncipe Andrew e Epstein se conheceram nos anos 90, através de uma amiga em comum chamada Ghislaine Maxwell, filha do empresário de comunicações Robert Maxwell. O integrante da família real e o empresário americano passaram férias juntos algumas vezes.

Depois que o empresário foi julgado em 2008 e condenado a 18 meses de prisão em 2010, os dois foram fotografados juntos em Nova York, o que obrigou o príncipe a pedir desculpas públicas e a renunciar ao cargo de representante do Reino Unido para o comércio exterior.

*Com informações da Agência EFE

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios