Saúde

Cientistas criam coração que pulsa em impressora 3D

Órgão tem aproximadamente três centímetros e é protótipo bem-sucedido

Nesta segunda-feira (15), pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, divulgaram a criação de um coração em impressora 3D. O coração é uma miniatura do órgão humano. Ele utiliza tecido humano e pulsa.

O cientista Tal Dvir afirmou que a experiência é um avanço da medicina e que o coração “está completo, vivo e palpita”.

– É a primeira vez que um coração é feito em uma impressora 3D com tecido humano de um paciente. Fizemos uma pequena biópsia do tecido adiposo do paciente, tiramos todas as células e as separamos do colágeno e de outros biomateriais, reprogramando-as para que se tornem células-tronco e depois as diferenciamos para que sejam células cardíacas e células de vasos sanguíneos – explicou o professor.

O coração tem o tamanho do órgão de um rato ou coelho e é um protótipo para a evolução até um órgão humano autônomo.

– O próximo desafio é amadurecer estas células e ajudá-las para que se comuniquem entre elas, de modo que se contraiam juntas. É preciso ensinar as células a se comportarem adequadamente. E depois teremos outro desafio, conseguir desenvolver um coração maior, com mais células. Temos que descobrir como criar células suficientes para produzir um coração humano – afirma Dvir.

*Com informações da Agência EFE

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar