GospelMundo

China obriga igrejas a não seguirem os 10 mandamentos

Partido Comunista força pastores a trocarem os textos de Moisés pelo discurso do presidente chinês

Com mais de 97 milhões de cristãos em seu território, a China está forçando igrejas localizadas na província central de Henan a substituírem o texto dos dez Mandamentos por citações e trechos do discurso do presidente Xi Jinping feito em 2015 no Departamento do Trabalho.

Na visão de Jinping, isso é uma forma de apoiar a comunidade religiosa na interpretação de pensamentos. O líder afirma que “os valores socialistas centrais e a cultura chinesa ajudarão a imergir várias religiões da China”.

Igrejas que se recusaram a implementar a regra foram fechadas pelo Partido Comunista da China. Outras estão sob ameaça de entrar para a lista negra do governo. Câmaras de vigilância também têm sido instaladas para monitorar os fiéis e suas atividades religiosas.

Funcionários do governo declararam que quem não ousar cooperar estará lutando contra o país. Um pastor cristão disse que a China é uma ditadura e os cidadãos só podem obedecer ao Partido Comunista.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios