NacionalPolítica

Bolsonaro: ‘Quero ser amigo da imprensa, mas fica difícil’

Em transmissão no Facebook, presidente criticou notícias sobre sua atuação política

O presidente Jair Bolsonaro realizou, nesta quinta-feira (11), uma nova transmissão ao vivo em suas redes sociais para falar dos feitos de seu governo na última semana. Ao lado do porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, e do líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), ele falou sobre o 13º salário para beneficiários do Bolsa Família, sobre sua relação com a imprensa, sobre o fim do horário de verão e outros assuntos.

O recurso extra para o Bolsa Família foi assinado nesta quinta em um cerimônia para celebrar os 100 dias de governo. Durante a live, Bolsonaro disse que os recursos virão do combate a fraudes no programa.

– Em se combatendo a fraude, temos recursos suficientes para pagar a quem necessita, é uma realidade do nosso governo – explicou.

O presidente também comentou uma notícia publicada pela revista Veja de que estaria desinteressado em estabelecer um diálogo com o Congresso pela reforma da Previdência. De acordo com a matéria, durante reuniões com parlamentares, Bolsonaro teria deixado as conversas com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e ido se entreter em um computador. Ele chamou a matéria de falsa.

– Não existe nenhum computador em minha sala de reunião, onde recebi todas as lideranças. Em todo momento estive presente. O que ele quer passar com isso aqui: que eu to me lixando com o diálogo com o Parlamento (…) Mas essa mentira aqui não cola por parte da imprensa, que às vezes eu sou advertido até para ser amigo. Eu quero ser amigo da imprensa, mas fica difícil. Todo dia é 4, 5 fake news em cima da gente – ressaltou.

Bolsonaro também comentou a decisão de acabar com o horário de verão em 2019. Ele disse que a medida não gerava mais economia.

– O pessoal da saúde da Presidência diz que, de certa forma, muita gente tem o seu relógio biológico agredido nesse horário de verão, pessoas ficam sonolentas no serviço, ou acordadas à noite, influencia na produtividade do ser humano. O decreto está pronto e vou assinar na semana que vem – apontou.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar